segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Dicas de Livros


Desde criança desenvolvi o hábito da leitura. Leitura é hábito, é processo cultural. Comecei assim que aprendi a ler, lendo livrinhos de histórias infantis. E nunca mais deixei de ler. Espero que vocês, leitores, também tenham este hábito e por isso tomei a liberdade - retomando minhas postagens após os feriados carnavalescos - de lhes indicar o os últimos livros que li e amei ler.

Até os que não tem o hábito da leitura podem saborear a obra de Thales Guaracy sobre a História do Brasil entre 1500 e 1600. Um livro que não é maçante, ao contrário, Guaracy defende a tese de que o Brasil não foi descoberto e sim conquistado pelos portugueses. O título certo é “A Conquista do Brasil – de 1500 a 1600" (Foto Acima). Em pouco mais de uma centena de páginas ele vai narrando a vida selvagem encontrada pelos primeiros conquistadores na costa brasileira, sobretudo na Baía da Guanabara. As lutas travadas e as alianças entre nações europeias e nações indígenas pela manutenção das terras conquistadas.

Terminada a leitura da obra de Guaracy estou deliciando-me com o cubano Leonardo Padura e seu mais recente lançamento no Brasil: “Hereges” (Foto Abaixo).


Padura pra quem não recorda é também o autor de “O Homem que Amava Os Cachorros”, um romance sobre o assassinato de Trotsky no México.

Desta vez Padura dá mais um banho de literatura levando-nos pelo mundo hebraico da velha Cuba, pelo enigma de um pintor do século XVII, e pela paixão de uma jovem cubana, num livro de 500 páginas de saborosa leitura.

Duas leituras de estilos variados, Guaracy e Padura, e que recomendo.

Em tempo: neste momento estou lendo "Arroz de Palma" do carioca Francisco Azevedo , quando acabar de ler eu conto pra vocês se valeu a pena.

Escrito Por Bemvindo Sequeira

Colaboraram: Bemvindo Sequeira; entretenimento.r7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Cia. De Teatro Atemporal agradeçe os seus comentários.