segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Chega de Estresse


A maior parte da responsabilidade pelo nosso estresse diário provém das nossas vãs tentativas de controlar as ações da vida.

Estamos sempre ansiosos tentando nos antecipar ao resultado dos atos que vão se configurando em nossas vidas. Queremos antecipar os resultados. Queremos o controle absoluto a partir da nossa vontade de tudo que se passa à nossa volta. Daí o estresse. Não dianta. Por mais que tenhamos desejos e vontades, os fatos e atos ocorrerão da forma que tiverem que ser, no tempo certo, na medida apropriada.

Podemos sim tomar atitudes que ajudem o desfecho dos fatos que vão surgindo, mas não podemos em última análise “passar o carro na frente dos bois”.

Temos pacientemente que aguardar que as coisas se resolvam, no tempo certo, por mais esforços que façamos.

Tentar avançar no tempo antecipando resultados é que nos causa profundo estresse e que acaba contaminando nosso organismo com cargas negativas de hormônios e humores vários.

Gratidão deve ser nossa postura diária se quisermos fugir do estresse. Gratidão. Agradecer sempre pela vida que temos, buscar sempre bons pensamentos e alegria, pois isso produz em nós serotonina e dopamina, substâncias que fazem bem ao nosso organismo físico, e por consequência ao nosso espírito.

Escrito Por Bemvindo Sequeira

Colaboraram: Bemvindo Sequeira; entretenimento.r7.com
Foto: Lina Abyad, Atriz em performance e diretora de "But I Love You" (Bassam Al Zoghby)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Cia. De Teatro Atemporal agradeçe os seus comentários.