segunda-feira, 21 de agosto de 2017

O Medo e o Temor


Você já sentiu medo? Mas não o medo comum, o medo de uma queda, de altura, de avião, de ser assaltado, de um cão... não! Falo de um medo interior. Um medo que não se expressa por nenhum objeto ou sujeito. Um medo que pode ser chamado de temor. Este sim o temor. O temor diante da grandeza do Universo? Diante da eternidade das galáxias e da Luz? É um medo intenso, que vem lá das profundas. Mas descobri que não é medo, mais uma vez repito: é temor.

Será este o temor de que fala a Bíblia? Será este temor que acompanha o Homem desde seus primórdios e que não se explica a não ser por sua pequenez e fragilidade diante das grandezas cósmicas?

Pois sinta este temor, se é que já o sentiu ou está sentindo. Sinta-o e observe-o. Tema, mas não tenha medo, porque tudo que há no Universo está dentro de nós, somos nós mesmos, e relembro a letra da música de Caetano Veloso, interpretada por Elis Regina e que diz: “Não tenha medo, não. Nada é pior do que tudo que você já tem dentro do seu coração. ”

Escrito Por Bemvindo Sequeira

Colaboraram: Bemvindo Sequeira; entretenimento.r7.com
Foto: Espetáculo 4:48 "Psychosis" by Sarah Kane

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Cia. De Teatro Atemporal agradeçe os seus comentários.