quinta-feira, 23 de junho de 2016

Humor – Bumbum Siliconado Explodiu na Academia


A notícia está no Portal R7: "...bumbum explodiu enquanto gravava vídeo fazendo agachamento pra postar no Instagram".

A moça do fato a ser relatado é adepta do corpo perfeito.

Embora o tal “corpo perfeito” nem sempre signifique corpo saudável. Até porque “corpo perfeito” varia conforme a época. No século XIX a beleza feminina exigia mais carne e mais curvas (modelo Erundina).

Já neste século XXI é beirando a anorexia ( modelo Marina Silva) que as modelos femininas ditam a beleza enquanto outras se entopem de silicones e botoxes até ficarem semelhantes a um cruzamento de boneca de inflar com o Super Homem com boca de peixe (modelo Martha).

Pois exagerando neste último modelo é que a tal moça se enquadrou. Botou tanto silicone no bumbum que como podem ver pela foto estava mais pra um balão tangerina que pra qualquer outra “coisa”.

E com esta “beleza esculpida” foi pra academia. Malha de cá, malha de lá...faz esteira...pesos...bicicleta...e o bumbum aguentando firme, heroico, empinado como o cavalo de El Cid... até a hora do agachamento.

Na primeira agachada o bumbum aguentou firme. Na segunda ouviu-se um ranger como balão de gás (paulista chama de bexiga) sendo esfregado. Na terceira agachada ele emitiu um som agudo, como válvula de escape, e na quarta agachada o desastre: o bumbum explodiu espalhando pedaços de nádegas e litros de geleca siliconada pra todo o canto.

Soube através dos fofoqueiros de plantão que a academia e a moça, desbundada, estão fechadas para perícia técnica. Os clientes atingidos criaram a AAA, Associação dos Atingidos pela Abundância para um processo coletivo contra a Mulher Moranga (eufemismo tucano para se referir à pobre que explodiu).

Com todo o respeito que o caso merece, desejando que a moça se recupere, mas eu tive que viver pra ver pela primeira vez na História do Mundo uma bunda explodir.

Escrito Por Bemvindo Sequeira

Colaboraram: Bemvindo Sequeira; entretenimento.r7.com;

Um comentário:

A Cia. De Teatro Atemporal agradeçe os seus comentários.