segunda-feira, 10 de agosto de 2015

A Senha ou a Vida


O mundo virtual nos trouxe entre tantas outras modernidades, as senhas.

São dezenas, centenas delas.

Senha pra tudo.

Cada navegada na web solicita uma senha.

Cada atendimento em balcão exige uma senha.

Eu cheguei ao ponto de possuir 87 senhas e códigos permanentes.

Para se ter uma idéia: possuo 8 cartões de crédito. Cada um tem uma senha para compras em balcão, outra para compras na WEB e outra para máquinas de banco. Logo: oito cartões, 24 senhas diferentes.

O assaltante já não diz mais: "A bolsa ou a vida.". Agora é :" A senha ou a vida.". Nem saio com os cartões à rua.

Já pensaram, num relâmpago sequestro, o quanto vou apanhar até lembrar das senhas?

São dezenas de senhas... No início bastava anotá-las num papelzinho e deixar na gaveta.

Depois passei a te-las num arquivo word protegido por senha. Sujeitas a desaparecerem no primeiro vírus.

Passei a ter copias espalhadas em pendrives que sumiam dentro de casa....

Para evitar tudo isso a modernidade criou a mãe de todas as senhas: Um programinha (são vários á disposição) onde você pode armazenar todas as senhas. Tem a vantagem de estar na "nuvem" (epa, que perigo!). Você pode acessar de qualquer lugar, e se der "pau" no hd vc não perde os dados.

Mas para acessar este programinha é preciso ter senha também. Passa a ser a Grande Senha, a Senha Mestra, a Senha que abre todas as Senhas.

A chave da caixa de pandora da criptografia.

Escrito Por Bemvindo Sequeira

Colaboraram: Bemvindo Sequeira; entretenimento.r7.com;
Foto: Dirceu Garcia - Cia Teatral Commune levando a platéia às gargalhadas com 'Nem Todo Ladrão Vem Para Roubar' 

Um comentário:


  1. Que seu final de semana lhe permita descansar, curtir a família, celebrar com os amigos e degustar o bom da vida!

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir

A Cia. De Teatro Atemporal agradeçe os seus comentários.