segunda-feira, 15 de junho de 2015

As Graças da Profissão de Fazer Graça

O Mestre Brandão Filho

Uma das coisas que me surpreendem até hoje na profissão de artista é trabalhar com aqueles que foram meus ídolos de infância.

Claro que a cada dia a infância fica mais longe e os ídolos daquele período mais escassos.

Mas que deslumbramento foi para mim fazer o meu primeiro programa de humor na TV.

Foi na Rede Manchete. Em 1986. A Manchete mantinha dois proramas de humor semanais.

Do tipo "Balança Mas Não cai" etc..

E de repente lá estava eu trabalhando com Costinha, José de Vaconcellos, Zé Bonitinho...

E mais deslumbrante ainda foi a "Escolinha do Raimundo" na Globo. Aí foi além do que poderia supor:

Sentava-me ao lado de Grande Othelo, Brandão Filho, Walter D'Ávila,Roberto Roney, Zezé Macedo,Antonio Carlos e muitos e muitos outros que eu assistira na tv em preto e branco na década de 50.

Atingi o auge da alegria quando tornei-me professor da "Escolinha do Barulho", na Rede Record.

Imaginem, eu , aquele menino criado no subúrbio do Rio, era o "professor" de muitos dos meus ídolos.

Aqueles que eu só via dentro da "caixinha mágica" agora era eu quem estava dentro da "caixinha" e contracenando com eles.

Jamais na minha infância poderia imaginar que um dia viria a ser ator, comediante, e contracenar com aqueles mitos do humor brasileiro.

Sou muito grato por isto.

Relembro com carinho estes mestres que fizeram o riso do País.

Escrito Por Bemvindo Sequeira

Colaboraram: Bemvindo Sequeira; entretenimento.r7.com;

28 comentários:

  1. Obrigada por darem a conhecer o Mestre Brandão Filho. Fazer humor é uma coisa muito difícil... Bem hajam pelas vossas palavras e beijinhos a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada, Dona Graça! Que DEUS abençoe a senhora!

      Excluir
  2. Me gusta como escribes.

    un saludo

    fus

    ResponderExcluir
  3. A oportunidade de estar trabalhando do lado de alguém que vc admira não tem preço .

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. É muito bom caminharmos com retidão pelas estradas da vida, para que, um dia, o passado nos lembre só de fatos positivos...
    Bemvindo, um abraço!

    ResponderExcluir
  5. É muito bom caminharmos com retidão pelas estradas da vida, para que, um dia, o passado nos lembre só de fatos positivos...
    Bemvindo, um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Como é interessante, chegar a trabalhar, com alguém que foi dos nossos ídolos, Sei por experiência própria, não em teatro, mas de é gratificante para quem, como eu, é apaixonado pela vida.
    Para escrever humor, confesso ser desajeitado. Gosto muito humor fino, nada que meta asneiras.
    No que me diz respeito, sendo simples e, por natureza humilde, não me importo de dizer que que sou, um espetacular sobrevivente da vida. Serei mesmo exemplo de sobrevivência.
    abraços com gratidão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Verdade, Seu Daniel! Que DEUS abençoe o senhor sobremaneira!

      Excluir
  7. Muitos parabéns pela vossa Companhia de Teatro, e sucesso!!!

    ResponderExcluir
  8. Saudades do Brandão Filho ... lembro dele desdo os tempos da Rádio Nacional ... OMG! Estou velhinho ... rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que o tempo passa rápido, Paulo! Mas você ainda tá um garoto! (Risos)

      Que DEUS te abençoe, Amigo!

      Excluir
  9. A arte de fazer sorrir é uma das mais belas e gratificantes. Nada como perceber num rosto antes triste e com marcas de preocupação o florescer de um tímido sorriso até uma sonora gargalhada
    Contracenar com pessoas que se admira é um prazer imensurável
    Muito sucesso para a companhia e o trabalho lindo de você alcance o êxito merecido
    Obrigada pelas visitas aos meus blogs. Amei estar aqui e conhecê-los um pouquinho
    Um carinhoso abraço e sorrisos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindas palavras! Obrigado pelo carinho, Gracita! Que DEUS te abençoe!

      Excluir
  10. Desconhecia por completo o Mestre Brandão Filho é um belo artigo.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi ótimo ter compartilhado isso com o senhor e com todos aqui!

      Que DEUS te abençoe!

      Excluir
  11. Um texto que me faz sentir uma pessoa de sorte por poder tomar contacto com a bela história de vida de Bemvindo Sequeira, dando-me a conhecer, por outro lado, outros artistas brasileiros. Gostei muito. Muito obrigada.

    Abraço

    Olinda

    ResponderExcluir
  12. Um texto que me faz sentir uma pessoa de sorte por poder tomar contacto com a bela história de vida de Bemvindo Sequeira, dando-me a conhecer, por outro lado, outros artistas brasileiros. Gostei muito. Muito obrigada.

    Abraço

    Olinda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada, Olinda! Que DEUS te abençoe cada vez mais! Beijos e Abraços!

      Excluir
  13. É impressionante como a vida nos surpreende quando nos entregamos a ela com amor.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  14. Muito obrigado pelo comentário! Sem muito tempo para andar nesta coisa que é a blogosfera, vou tentanto manter o blog mais actualizado possivel!
    :)))

    ResponderExcluir
  15. Puxa.... lembro-me com saudades de todos eles, fizeram parte de minha infância, alguns de minha tenra infância. Infelizmente, as pessoas morrem, é lei da vida, mas fica a obra. Ao Bemvindo, que também é grande artista, os parabéns por homenagear esses feras do verdadeiro humor brasileiro. Um abração!!!

    ResponderExcluir
  16. Em tempo... não podia deixar de citar isso; sou fã do Bemvindo desde que fez o personagem "Bafo de Bode", e agora o acompanho na novela da Record.

    ResponderExcluir
  17. Olá Benvindo! Parabéns pela forma como escreveste este belo post, onde reavivaste a minha memória, lembrando-me de grandes astros do humor brasileiro, e parabéns para ti, por seres o grande artista que és.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir

A Cia. De Teatro Atemporal agradeçe os seus comentários.