segunda-feira, 25 de junho de 2012

UM FIO DE ESPERANÇA


Vivemos tempos difíceis, pregamos aos quatro cantos sermos politicamente corretos, mas temos desvios profundos de caráter, pois perdemos a noção de discernimento entre o limite do que é certo ou errado. Andamos apressados pela vida em busca do vil metal e trocamos sem nenhuma vergonha e sem nenhum sentimento de culpa, o “ser”, pelo “ter”.

Trocamos abraços apertados, por meros recados em sites de relacionamentos, trocamos telefonemas, por breves torpedos enviados por celulares e, a cada dia que passa, nos afastamos mais e mais do convívio humano, perdendo assim a capacidade de nos importarmos com a vida alheia. A menos que essa vida alheia esteja exposta nas telas da televisão como uma simples mercadoria a venda.

Nos importamos cada vez mais com coisas que pouco, ou quase nada, impor-tam, enchemos nossas vidas de assuntos fúteis e preocupações banais, ocupando nosso tempo com espiadinhas em programas vazios, esquecendo de como o tempo passa rápido demais. E, com tudo isso, acabamos deixando de fora de nossas vidas, algo que só tem a nos engrandecer: a cultura. E segundo uma recente pesquisa, as pessoas não se interessam mais por cultura.

Vejo com muita tristeza o resultado desta pesquisa, pois ela só vem corroborar com a idéia de que estamos num caminho quase sem volta e que a escolha de trocar o “ser”, pelo “ter” é cada vez mais evidente. Tanto que este resultado mostra, que já não nos importamos com nós mesmos. Deixamos de dar atenção às nossas vidas, para enchê-las de vazio. Não nos preocupamos mais no que somos e sim no quanto temos.

Mas, mesmo com este resultado estarrecedor mostrado pela pesquisa, que pinta um quadro muito triste para o nosso futuro, devido ao desinteresse em obter cultura que atinge um número enorme de pessoas, resta ainda um pequeno fio de esperança, pois ainda existem aqueles que se propõem a fazer e a levar cultura, mesmo que as pessoas não queiram dela se servir.

Esses dias ouvi um parábola que falava sobre um palestrante que chegava atrasado para sua palestra e encontra apenas um espectador. Ao indagá-lo sobre se deveria ou não dar-lhe a palestra que havia preparado, recebeu como resposta, o seguinte: “Se eu entrasse no galinheiro para dar comida e encontrasse só uma galinha, daria comida à ela”. E o palestrante então, proferiu sua palestra.

Usando desta parábola, convido todos que militam com cultura, para prosseguirem com suas jornadas como um fio de esperança, mesmo que ainda só haja um único ser interessado em se servir daquilo que vocês tenham a oferecer-lhe em termos de cultura.

Escrito por Paulo Sacaldassy

Colaboraram: Oficina de Teatro & Bacante; Foto: Espetáculo "Rosa de Vidro" (2008)

quinta-feira, 21 de junho de 2012

TEATROS DO MUNDO

Teatro Deodoro


O Teatro Deodoro localiza-se no centro da cidade de Maceió. Foi inaugurado em 15 de novembro de 1910 e pertence ao governo do estado de Alagoas.

Nome do Teatro: Teatro Deodoro
Localização: Maceió, Alagoas, Brasil

Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso 


O Centro Cultural e de Exposições de Maceió foi projetado com o que há de mais moderno em infra-estrutura de suporte. Com investimento total em R$ 34 milhões, possui um pavilhão de feira com aproximadamente 7.400 metros quadrados, sendo 1.600 só de área nobre em granito.

Sua modularidade o torna ideal tanto para uma pequena apresentação como para megaeventos: convenções, exposições, além de festivais de dança, música, cinema, teatro ou artes plásticas.

Seja qual for o formato e a abrangência, o Centro estará preparado para atender.

Teatro Gustavo Leite lotado, no dia 29 de março de 2007

Já o teatro Gustavo Leite, no interior do Centro Cultural de Exposições, tem capacidade para 1.270 pessoas sentadas e vai oferecer à comunidade cultural algumas peculiaridades em termo de Brasil.

Ele oferecerá uma caixa cênica com altura de 25 metros, que abrigará cenário, iluminação, além de um palco rotativo de 13 metros de diâmetro. Além disso, o espaço disporá de um elevador de orquestra, motorizado hidraulicamente, que evitará a desafinação dos instrumentos.

A caixa cênica tem 482 metros quadrados, com uma abertura de palco medindo 14 x 8,5 metros, além de contar com dois cenários individuais e dois coletivos e dispor ainda de copa-cozinha. Para a conclusão do teatro foram investidos recursos da ordem de R$ 7 milhões.

Nome do Teatro: Teatro Gustavo Leite (Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso)
Localização: Maceió, Alagoas, Brasil

Teatro Amazonas


O Teatro Amazonas é um teatro brasileiro localizado no centro de Manaus, capital do Amazonas.



O teatro, inaugurado em 1896, é a expressão mais significativa da riqueza da região durante o Ciclo da Borracha. A orquestra Amazonas Filarmônica regularmente ensaia e se apresenta em seu interior.

Nome do Teatro: Teatro Amazonas
Localização: Manaus, Amazonas, Brasil

Teatro Chaminé


O Teatro Chaminé é um importante teatro brasileiro localizado em Manaus. Foi construído para ser uma estação de tratamento de esgoto em 1910, porém jamais funcionou corretamente, vindo posteriormente a ter sua atual função.

O prédio possui a forma arquitetônica antiga preservada, devido a seu tombamento, possuindo como principal característica uma chaminé de 24 metros, daí porque é chamado Teatro Chaminé.

Nome do Teatro: Teatro Chaminé
Localização: Manaus, Amazonas, Brasil

Teatro da Instalação


O Teatro da Instalação, criado pelo Governo do Estado de Amazonas, teve sua inauguração no dia 6 de maio de 2001, com a Ópera dos Três Vinténs, de Weill e Brecht, durante o V Festival de Ópera.

Está instalado na antiga Casa Havaneza, um edifício significativo da Belle-Époque, que teve seu entorno completamente restaurado com a reconstrução e revitalização do Centro antigo de Manaus.

Integra a estrutura organizacional da Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e está subordinado administrativamente ao diretor do Teatro Amazonas.

Nome do Teatro: Teatro da Instalação
Localização: Manaus, Amazonas, Brasil

Teatro Gebes Medeiros


Inaugurado em 25 de novembro de 2000, como parte da revolução cultural desencadeada pelo Estado - é um espaço cênico de difusão cultural do movimento de teatro, dança, música popular e erudita produzida pelos grupos de artistas regionais, valorizando as expressões artísticas amazonenses.

Sua função é formar platéias, oferecendo espetáculos semanais gratuitos, com grupos e artistas locais, subsidiados e produzidos pelo Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Cultura.

Nome do Teatro: Teatro Gebes Medeiros
Localização: Manaus, Amazonas, Brasil

Lista de Outros Importantes Teatros em Amazonas, Brasil:

Manaus
Anfiteatro da Ponta Negra
Teatro Jorge Bonates
Teatro Luiz Cabral
Teatro La Salle
Teatro José Carlos Cavalcante Borges
Teatro Arthur Cesar Ferreira Reis
Teatro SESC - Manaus
Teatro Américo Alvarez
Cine Teatro Guarany
Cine Teatro
Cine Teatro Comandante Ventura
Teatro Álvaro Braga

Parintins
Cine-Teatro da Paz
Anfiteatro Messias Augusto

Teatro Castro Alves


O Teatro Castro Alves (TCA) é um teatro brasileiro. É o maior e mais importante centro artístico de Salvador, capital do estado da Bahia, e se localiza no bairro Campo Grande.

Compõem o complexo cultural do TCA a Sala Principal, Sala do Coro e a Concha Acústica.

A Sala Principal possui capacidade de abrigar 1.554 espectadores, construída com um minucioso projeto acústico que se preocupou até mesmo em relação aos materiais da poltrona e carpete. Não há ponto morto, ou seja, a visibilidade da plateia é perfeita.

A Sala do Coro comporta até 201 espectadores e até o ano de 1978 se destinava aos ensaios do coro das óperas que iam se apresentar, se transformando em um teatro de semi arena, permanecendo assim até 1989. Após a reforma, é ampliado em 1995, e prioriza as apresentações teatrais locais.

A Concha Acústica alberga até 5.500 pessoas, com seu formato de teatro grego, uma semi-arena ao ar livre. Uma lona tensionada fixa em estrutura metálica cobre o palco e permitem a realização dos eventos mesmo sob chuva, abrigando ao menos 1000 espectadores. Na parte superior cada um dos seis camarotes comportam 25 pessoas, servidos por uma estrutura de apoio com bar e sanitários.

Entre tantos que passaram pelo TCA, se destacam as pessoas de Raul Seixas e Marcelo Nova,Gilberto Gil, Chico Buarque, João Gilberto, Caetano Veloso, Gal Costa e Maria Bethânia, Ney Matogrosso, Flávio Venturini, Paulo Autran, Montserrat Caballé, Mikhail Baryshnikov, os Balés Bolshói e Kirov, o maestro Zubin Metha e a Filarmônica de Israel.

Nome do Teatro: Teatro Castro Alves (TCA)
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Centro Cultural Plataforma


Reaberto em 2007, depois de permanecer fechado por mais de 15 anos, o Centro Cultural Plataforma, conhecido pelos antigos frequentadores como Cine-Teatro, está localizado na principal praça do bairro de Plataforma.

O espaço dispõe de uma sala de espetáculos com capacidade para 206 pessoas, dotada de sistemas de iluminação, sonorização e projeção de vídeo, além de quatro salas de ensaio. O espaço serve para discussão e exercício livre de artistas, promovendo eventos culturais, com destaque para apresentações musicais e de dança.


O centro ainda conta com o Projeto Plataforma Cultural - que acontece uma vez por ano e é um mês de atividades diversificadas nas áreas de cinema, dança, teatro e música. O evento promove oficinas e palestras com a participação de grupos e organizações culturais da periferia, todas com entrada franca.

Nome do Teatro: Centro Cultural Plataforma
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro Jorge Amado


Inaugurado em 1997, o Teatro Jorge Amado é um teatro localizado na cidade de Salvador, no bairro da Pituba. O teatro possui palco italiano, varas móveis e pé direito com mais de 10m. 418 lugares em duas platéias: térrea e balcão. No foyer, o Espaço Calasans Neto recebe exposições de artes visuais.

Nome do Teatro: Teatro Jorge Amado
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro Martin Gonçalves


O Teatro Martins Gonçalves é um teatro brasileiro localizado em Salvador, Bahia. Fundado em 1958 pelo pernambucano Eros Martins Gonçalves, fica na Escola de Teatro da UFBA. De 1999 até 2007, esteve fechado para reformas — que custaram R$ 2.295.000,00, recursos obtidos do Ministério da Ciência e Tecnologia.

Algumas modificações realizadas: ampliação do palco fixo (de 6 para 11 metros), do palco giratório — que ganhou quatro alçapões — e da capacidade elétrica do gerador. Foram construídos também sete fossos.

A reinauguração coincidiu com a formatura da primeira turma de atores do bacharelado em "Artes Cênicas na Habilidade de Interpretação" da UFBA, que encenou As Bruxas de Salem, de Arthur Miller.

Nome do Teatro: Teatro Martins Gonçalves
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro Vila Velha


Teatro Vila Velha é uma casa para espetáculos teatrais da cidade de Salvador, capital do estado brasileiro da Bahia.

Conhecido simplesmente por "Vila", sua fundação data de 1964, e está localizado à Avenida Sete, no interior do Passeio Público (bairro do Campo Grande).

O Teatro Vila Velha foi criado em 1964 pela Sociedade Teatro dos Novos, formada por Echio Reis, Sônia Robatto, Carlos Petrovich, Othon Bastos, Thereza Sá e Carmem Bittencourt, alunos dissidentes da Escola de Teatro da UFBA, liderados pelo professor João Augusto.

Juntos, eles fundaram um dos mais importantes teatros da Bahia, inaugurado com um show de estréia de nomes que logo viriam tornar-se famosos: Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Zé, Gal Costa e Maria Bethânia - intitulado "Nós, Por Exemplo", que foi um grande sucesso.



O Vila abriga 5 grupos residentes (Companhia Teatro dos Novos, o Bando de Teatro Olodum, o Viladança, a Cia. Novos Novos e A Outra Companhia de Teatro) e 4 em residência (Cia Teatro da Queda, Grupo Pivot, Cia Nata de Teatro e Supernova Teatro) – que ensaiam, produzem e se apresentam no próprio teatro, contribuindo para a sua manutenção.

Nome do Teatro: Teatro Vila Velha
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro Acbeu


Funcionando desde 1988, com capacidade para trezentos e noventa e cinco pessoas, três camarins, ar condicionado central, piano acústico, equipamentos de iluminação cênica, sistema de sonorização, recursos audio visuais e uma boa acústica, o Teatro ACBEU movimenta a vida cultural de Salvador, sempre com uma programação variada de música popular e erudita, teatro e dança.

Nome do Teatro: Teatro Acbeu
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro do ICBA


O Teatro do ICBA está localizado em Salvador, tem formato de arena e é propriedade privada.




Com capacidade para 200 espectadores, o teatro encontra-se atualmente em atividade.

Nome do Teatro: Teatro do ICBA
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro Módulo


Com o objetivo de incentivar à arte e cultura da capital baiana, o Teatro Módulo foi criado pelo colégio homônimo a pouco mais de dez anos. Aqui já passaram diversos espetáculos famosos no circuito.

Localizado na Av. Magalhães Neto, o teatro se diferencia pelo fácil acesso. O espaço conta com uma infraestrutura moderna, capaz de abrigar ao mais variados tipos de eventos, produções e espetáculos.

Nome do Teatro: Teatro Módulo
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro Sesc - Casa do Comércio


Um investimento do Serviço Social do Comércio para o desenvolvimento de seu pessoal. Localizado em uma das áreas mais movimentadas de Salvador, o Cine-Teatro Casa do Comércio comporta uma estrutura completa para que o público possa desfrutar das mais diversas apresentações e eventos.

Nome do Teatro: Teatro Sesc - Casa do Comércio
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Fundação Casa de Jorge Amado


A Fundação possui 4 andares, que estão divididos em: uma exposição permanente, quem mantém viva a memória do escritor baiano Jorge Amado, com objetos, fotografias, vídeos e obras.

Café-Teatro Zélia Gattai

O Café-Teatro Zélia Gattai, com capacidade para 50 pessoas, constitui em ponto de encontro de artistas e intelectuais, com programação cultural diversificada; a loja da Fundação, onde estão a venda camisas, souvenirs e livros do autor e o Mirante, que além de oferecer uma vista única dos sobrados do Pelourinho e da Baía de Todos os Santos, possui um espaço climatixado para 40 pessoas com o intuito de promover cursos, palestras e reuniões.

Nome do Teatro: Fundação Casa de Jorge Amado - Café-Teatro Zélia Gattai
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro Salesiano


Localizado na filial de Nazaré, o Teatro Salesiano faz parte do complexo que pertence à escola de mesmo nome. Reinaugurado em 1999, seu palco já serviu de espaço para os mais variados eventos e apresentações, que vão de formaturas a peças teatrais infantis.

Nome do Teatro: Teatro Salesiano
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Cine-Teatro Solar Boa Vista


Teatro com alguma estrutura cenotécnica de iluminação e sonorização, o Cine-Teatro Solar Boa Vista possui platéia em forma de arquibancada em semi-arena com capacidade para 400 pessoas.

Trabalha em regime de cessão de pautas sendo bastante utilizado para apresentação de espetáculos de grupos da comunidade. Conta ainda com uma sala de oficina onde são ministrados cursos. Atualmente é um Ponto de Cultura, uma ação do Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura.

Nome do Teatro: Cine-Teatro Solar Boa Vista
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro Sesi - Rio Vermelho


Localizado no Rio Vermelho, o Teatro Sesi é tradicionalmente um dos mais conhecidos centros de culturais, que estimulam e engrandecem ainda mais a bahia, tornando-a referência nacional de teatro.

Foi inaugurado em um período muito produtivo da cena cultural baiana e, ao mesmo tempo, permeada pela falta de espaços para dar visibilidade a estes talentos. A abertura da casa ampliou o circuito de teatros nos bairros, fora do centro cultural Campo Grande/Vitória. A programação teatral estreou com o espetáculo “Abismo de Rosas”, trama policial dirigida por Fernando Guerreiro, com texto de Cláudio Simões e que tinha o ator Wagner Moura no elenco, entre outros. No ano seguinte, Wagner Moura ganhou o prêmio Braskem de ator revelação pela atuação na montagem.

No ano de 1998, o casarão em que está localizado o Teatro ganha dois novos espaços – Varanda e Café Teatro - e passa ser chamado de Centro Cultural SESI Rio Vermelho. Além da gestão dos espaços, o Centro Cultural tem como objetivo desenvolver projetos de formação de plateia, cursos, oficinas e aumento do acesso à cultura entre os trabalhadores da indústria baiana, entre outros. Projetos consagrados desenvolvidos pelo Centro são o Festival SESI Música e o Concurso SESI Poesia, que premiam trabalhadores e funcionam como oportunidades para despertar e formar talentos musicais dentro da Indústria. Hoje o Centro Cultural é reconhecido por apresentar uma programação que agrega artistas renomados e também dá espaço para os novos, valorizando a diversidade cultural baiana.

Nome do Teatro: Teatro Sesi - Rio Vermelho
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Theatro XVIII


O Theatro XVIII foi inaugurado em 13 de julho de 1997, no Quarteirão Cultural do Pelourinho, Centro Histórico de Salvador, sob a gestão de artistas e, ao longo dos anos, tornou-se referência de programações requintadas de teatro, música e dança, cursos, palestras, exposições e projetos com freqüência popular, sugerindo um novo modelo de espaço cultural.

Em 6 de janeiro de 2000, sua gestão apostou num projeto de democratização da cultura e potencialização de acesso, e ofereceu sua programação com ingresso compatível aos que têm rendas mínimas no Brasil.

Em 2004, a revista Carta Capital (Ano X, 297, 30-06-2004) apontou o Theatro XVIII como uma das 5 instituições brasileiras que “democratizam a cultura" no País. Essa guinada conceitual, apoiada pelo patrocínio de projetos artísticos e educacionais, transformou o XVIII numa instituição cultural que pensa e executa o acesso à arte na cidade de Salvador.

Não é sempre, entretanto, que o XVIII consegue parceiros para oferecer suas programações educativas às segundas-feiras, suas programações diferenciadas às quartas e quintas e às sextas, sábados e domingos, sem que artistas paguem pautas ou honorários a técnicos, e espectadores paguem caro por ingressos.

Nome do Teatro: Theatro XVIII
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro Gamboa Nova


Nascido em 13 de junho de 1974 o Teatro Gamboa Nova tende-de a ser segundo o seu administrador atual um teatro transgressor. O teatro abre as portas para os mais diversos e novos estilos, se tornando assim um teatro democrático.

Nome do Teatro: Teatro Gamboa Nova
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro Miguel Santana


O Teatro Miguel Santana desde 2004 é sede do Balé Folclórico da Bahia (BFB) a fim de promover e divulgar a cultura e o folclore baianos em todo o mundo.

O teatro conta com um dos mais modernos equipamentos de sonorização e iluminação cênicas, completamente digitalizados, e com capacidade para 100 espectadores em sua platéia.

Nome do Teatro: Teatro Miguel Santana
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Centro de Convenções da Bahia


O Centro de Convenções da Bahia foi considerado uma das mais modernas construções do gênero da América Latina, com uma perfeita infra-estrutura para a realização de feiras, congressos, seminários, simpósios, exposições, convenções e outros tipos de eventos.

Além das salas de apoio, são 17 auditórios climatizados e com isolamento acústico, todas atendidas pelas redes wireless.

Nome do Teatro: Centro de Convenções da Bahia
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro do ICEIA


Com espaço para 1.300 espectadores em cadeiras de madeira, distribuídas em platéia, camarotes, frisas e balcão, o tetaro foi fundado em 1939 com o intuito de atender à comunidade acadêmica. Hoje, aberto ao público, tornou-se centro cultural, onde são promovidas palestras, seminários, espetáculos de dança, música e teatro.


O Teatro ICEIA conta ainda com uma Sala de Exposição, atendendo à demanda de grupos artísticos e da comunidade, dois camarins, palco com coxia e sala de projeção.

Nome do Teatro: Teatro do ICEIA
Localização: Salvador, Bahia, Brasil

Teatro Municipal de Ilhéus


O Teatro Municipal de Ilhéus (originalmente chamado Cine-Teatro Ilhéos), é uma casa de espetáculos da cidade de Ilhéus, na Bahia, inaugurada em dezembro de 1932.

Nome do Teatro: Teatro Municipal de Ilhéus
Localização: Ilhéus, Bahia, Brasil

Lista com Outros Teatros em Salvador e em algumas cidades na Bahia, Brasil:

Salvador
Teatro do Movimento
Sala da Escola de Dança da UFBA
Teatro de Arena Calabar
Teatro Hora da Criança
Teatro ISBA
Teatro Baiano de Tênis
Sala de Arte (Salvador)
Teatro da Ladeira (Salvador)
Teatro SESC - SENAC (Pelourinho) (Salvador)
Teatro de Bolso do Pelourinho
Teatro Gregório de Mattos
Teatro Gil Santana
Teatro da Escola de Belas Artes (UFBA)
Teatro Caballeros de Santiago
Teatro Dias Gomes
Espaço Xisto
Teatro Miguel Santana
Teatro Diplomata
Teatro Espaço Xis
Teatro Baiano de Tênis

Feira de Santana
Câmara dos Dirigentes Lojistas - Teatro
Centro de Cultura Amélio Amorim - Teatro
Centro de Cultura Amélio Amorim - Teatro de Arena
Teatro Centro Universitário de Cultura e Artes - CUCA
Teatro de Arena da UEFS
Teatro Dona Canô
Teatro Municipal Margarida Ribeiro
Teatro Municipal de Ilhéus

Itabuna
Centro de Cultura Adonias Filho

Juazeiro
Centro Cultural João Gilberto - Teatro

Morro do Chapéu
Teatro Belamino Rocha
Teatro Odilon Costa

Porto Seguro
Teatro do Centro Cultural de Porto Seguro

Rio de Contas
Teatro São Carlos

S Antônio de Jesus
Teatro do Centro Cultural

Simões Filho
Cine-Teatro SESI - Simões Filho

Cachoeira
Cine-Teatro Glória

Cardeal da Silva
Teatro Professor Maria José

Valença
Centro de Cultura Olívia Barradas - Teatro

Vitória da Conquista
Centro de Cultura Camilo de Jesus - Anfiteatro
Teatro Glauber Rocha
Teatro Municipal Carlos Jeovah

Colaboraram: Wikipedia, mais alagoas, centrodeconvencoes.al, culturamazonas, ARQUITETANDO NA NET, Curto Sim, Plug Cultura, SISTEMA FIEB, Theatro XVIII, Centro de Convenções da Bahia, literaturaclandestina, Centro Técnicos de Artes Cênicas - Teatros do Brasil.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

O ENCONTRO DAS ARTES


A concepção de um espetáculo não é uma coisa nada fácil, que digam os diretores teatrais, que por vezes surtam diante de tantas possibilidades. A decisão sobre: de qual ponto de vista a história será contada, o que privilegiar em cena, como não deturpar a visão do autor e até mesmo o seu próprio devaneio artístico, são algumas das angústias que assolam os diretores no momento da concepção do espetáculo.

Todo esse turbilhão de sentimentos que toma conta do diretor, é legítimo e faz parte da explosão da criação, portanto, deve ser respeitado, seja em qual fase da concepção do espetáculo ele aconteça. A concepção do espetáculo é o momento do diretor e só ele para resolver os problemas que ele criou em sua cabeça. O autor já viveu esse momento quando da criação do texto e o ator viverá quando da criação da sua personagem, mas, quando os três trabalham na mesmo sintonia, o resultado é quase sempre espetacular.

O encontro das artes me parece ser o maior dos desafios que um diretor enfrenta quando da concepção de um espetáculo, pois encontrar o espaço igualitário para que todas elas se sobressaiam sem que uma ofusque a outra, torna o trabalho ainda mais árduo, ainda mais quando se faz necessário a inclusão de outras artes, tais como a música e a dança. Mas a perfeição na sintonia de todas as artes faz o espetáculo sair do lugar comum.

Pode parecer muito simples quando alguém vê um espetáculo sendo apresentado, o ator em cena, com o texto decorado, um palco, uma luz aqui e ali, um figurino bonitinho, um cenário para chamar a atenção, e pronto, não precisa de mais nada. Ledo engano, um espetáculo, seja ele de teatro, de dança, de música, só ganho uniformidade pelas mãos de um diretor. É ele quem vai costurar e tornar possível a homogeneidade do espetáculo. Ele é o responsável pelo encontro das artes.

É claro que muitos diretores se acham mais importantes que o texto, que o ator e se colocam acima do bem e do mal, mas todos sabemos que, principalmente o teatro, é uma arte de grupo, e quanto maior a cumplicidade entre as partes envolvidas na montagem de um espetáculo, melhor vai ser o resultado final. Ninguém é mais importante que ninguém, o texto tem a sua importância, o ator tem a sua importância e o diretor tem a sua importância.

O sucesso de um espetáculo passa pela forma em que o diretor o concebeu, mas se torna grande artisticamente, no momento em que o diretor tem a humildade de usar o seu conhecimento em prol de unificar as artes pelo bem da arte que ele dirige, fazendo deste encontro, um momento inesquecível, tanto para quem faz, quanto para quem vê.

Eu reconheço a importância dos diretores na concepção de um espetáculo e consigo enxergar assim a grandeza que é dirigir um espetáculo. Espero que os diretores não me interpretem mal e nem torçam seus narizes pelo meu ponto de vista, pois, na minha opinião, um diretor é acima de tudo, o responsável pelo encontro das artes em cena.

Escrito por Paulo Sacaldassy

Colaboraram: Oficina de Teatro & Bacante; Foto: Espetáculo "Beatles num Céu de Diamantes" (2008)

quinta-feira, 7 de junho de 2012

TEATROS DO MUNDO

Teatro Croata (Mostar)


O Teatro Croata, em Mostar, abriga a maior população de croatas na Bósnia e Herzegovina.

Em julho de 2011, o edifício ainda estava em fase de construção. Algumas de suas metas incluem a promoção da cultura croata na Bósnia-Herzegovina e no exterior, bem como hospedagem de grupos e companhias de teatro internacionais. Todas as suas peças e performances são realizadas no pequeno palco localizado na cave do edifício.

Ele é parcialmente financiado pelo orçamento de Herzegovina-Neretva County (50%), enquanto a outra parte (50%) vem de seus patrocinadores e doadores.

Nome do Teatro: Teatro Croata
Localização: Mostar, Bósnia e Herzegovina

Teatro Nacional de Mostar


O Teatro Nacional de Mostar (Bósnia: Narodno Pozorište Mostar) é um teatro público em Mostar, Bósnia e Herzegovina. Este é o maior teatro em Mostar, onde alguns dos espectáculos mais importantes são realizados, bem como outros eventos da arte.

Construído após a Segunda Guerra Mundial, foi inaugurado em Mostar em 17 de novembro de 1951 com uma estréia de Aleksa Santic's Hasanaginica dirigido pelo Milutinovic Sveto. Até a 27 fevereiro de 1992 O Teatro Nacional de Mostar produziu 291 shows. O último show, antes do início da guerra da Bósnia 1991-1995 foi Dervish Mesa Selimovic e Morte, dirigido por Ahmed Obradović.

Durante a guerra, o Teatro Nacional de Mostar foi "reservado" para os refugiados. O edifício acabou por ser destruído durante a guerra.

O Teatro Nacional de Mostar é o organizador do festival de comédia chamado Mostarska Liska.

O teatro atual ainda está passando por esforços intensos e contínuos para reconstruir seus recursos técnicos e humanos para fortalecer o teatro atual.

Nome do Teatro: Teatro Nacional de Mostar
Localização: Mostar, Bósnia e Herzegovina

Teatro Nacional de Sarajevo



O Teatro Nacional de Sarajevo (Bósnia e da Sérvia: Narodno pozorište Sarajevo, croata: Narodno kazalište Sarajevo) foi fundado em novembro de 1921.

A cerimônia de abertura foi liderada por Branislav Nusic, então Chefe do Departamento de Arte do Ministério da Educação. Em 09 de novembro de 1946 Sarajevo Opera House iniciou a sua actividade artística com a estréia de B. Smetana "A Noiva Vendida".

O Sarajevo Ballet também foi fundada em 1946, mas sua primeira performance independente "The Harvest", de B. Papandopulo foi adiada para 25 de maio de 1950. Esta apresentação marcou o início de seu desenvolvimento profissional dentro do teatro nacional.


O edifício foi desenhado pelo arquitecto Karel Parik, que projetou mais de 160 prédios de Sarajevo.

Nome do Teatro: Teatro Nacional de Sarajevo
Localização: Sarajevo, Bósnia e Herzegovina

Teatro War (Sarajevo)


O Teatro War (Sarajevski ratni teatar, SARTR) foi fundado em 17 de Maio de 1992.

Em janeiro de 1993, o Teatro War foi oficialmente reconhecido pela Assembleia Municipal Sarajevo como uma instituição pública de significado especial para a defesa de Sarajevo. O SARTR é hoje uma companhia de teatro profissional de sucesso com uma série de co-produções internacionais, aparições e prêmios sob o seu cinto.

Nome do Teatro: Teatro War
Localização: Sarajevo, Bósnia e Herzegovina

Dohodno Zdanie


Dohodno Zdanie (búlgaro: Доходно здание, literalmente: "edifício rentável") é um imponente estilo neoclássico edifício na Praça da Liberdade no centro da cidade de Rouse, Bulgária, construído em 1898-1902 para acomodar as performances de teatro locais.

Hoje, o Dohodno Zdanie é um monumento cultural e um dos símbolos da cidade de Rouse.

Uma comissão de seis membros cidade aceitou as exigências do projeto para a construção deve ser concluída em 1896.

Aqueles incluídos nada menos que nove lojas, dois andares, casino de 200 metros quadrados, de 300 metros quadrados, sala de teatro e uma biblioteca de 200 metros quadrados do salão.

O edifício foi considerado concluído em 1900, mas a sala de espectáculos estava incompleta. A primeira performance teatral ocorreu no salão de casino, em 1901, até o local e sala de teatro foram finalmente concluídas em 1902.

A restauração de todo o edifício começou em 1970 e durou até 15 de dezembro de 2006.

Nome do Teatro: Dohodno Zdanie
Localização: Rouse, Bulgária

Teatro Ivan Radoev


O Teatro Ivan Radoev (búlgaro: Драматичен театър "Иван Радоев", Dramatichen teatar "Ivan Radoev") é um teatro em Pleven, Bulgária. O seu edifício no centro da cidade foi projetado por um austro-húngaro arquiteto e construiu 1893-1895.

O teatro foi fundado em 1918 como o Teatro Municipal de Pleven.

Nome do Teatro: Teatro Ivan Radoev
Localização: Pleven, Bulgária

Teatro Ivan Vazov


O Teatro Ivan Vazov (búlgaro: Народен театър "Иван Вазов", Naroden teatar "Ivan Vazov") é o teatro mais antigo e um dos marcos mais importantes da Sófia, a capital da Bulgária. Ele está localizado no centro da cidade, com a fachada de frente para o Garden City.

Fundado em 1904 pelos artistas da empresa Salza Smyah i, foi inicialmente chamado simplesmente de Teatro Nacional, mas antes de ser nomeado após o proeminente escritor Ivan Vazov também trazia o nome de Krastyu Sarafov entre 1952 e 1962.

O teatro de estilo neoclássico, foi projetado pelos arquitetos Hermann Helmer e Ferdinand Fellner, as obras foram concluídas em 1906 e o teatro inaugurado em 03 de janeiro de 1907.

O edifício foi amplamente danificado por um incêndio em 1923 durante a celebração de um aniversário, mas foi reconstruído em 1929 pelo arquiteto alemão Martin Dulfer.

Uma escola teatral foi criada como parte do Teatro Nacional em 1925. O bombardeio de Sófia na Segunda Guerra Mundial causou danos consideráveis ​​ao edifício, mas foi novamente reconstruído em 1945.

O Teatro Ivan Vazov possui um auditório principal bem equipado, com 750 lugares, um auditório menor de 120 lugares e um lugar auditório adicional no quarto andar.

O teatro já recebeu produções de diretores de teatro notáveis, dentre eles Lilia Abadjieva.

Nome do Teatro: Teatro Ivan Vazov
Localização: Sófia, Bulgária

Teatro Stoyan Bachvarov


O Teatro Stoyan Bachvarov (búlgaro: Драматичен театър "Стоян Бъчваров", Dramatichen teatar "Stoyan Bachvarov") é um teatro em Varna, Bulgária, fundado em 1921 como o Teatro Municipal Professional.

Ele ocupa um edifício histórico no centro da cidade desenhado por Nikola Lazarov e construído entre 26 de março de 1912 e 5 de Junho de 1932. O edifício foi concluído pelos arquitetos Dabko Dabkov e Bogdanov Jelyazko. É nomeado após o proeminente ator de teatro Stoyan Bachvarov.

O teatro conta com um auditório principal, um estágio de ramo e um pequeno auditório.

Nome do Teatro: Teatro Stoyan Bachvarov
Localização: Varna, Bulgária

Ópera e Ballet Nacional


O Ópera e Ballet Nacional (búlgaro: Национална опера и балет) é uma instituição cultural nacional na Bulgária, que abrange ópera e ballet. É baseado em um imponente edifício em Sofia, capital da Bulgária.

Nome do Teatro: Ópera e Ballet Nacional
Localização: Sófia, Bulgária

Rousse


Fundado em 1949, o Rousse (ou Ruse) Ópera Teatro é o herdeiro do Opera Rousse Society (criado em 1914), o que torna uma das instituições mais antigas do estado culturais em Bulgária.

Nome do Teatro: Rousse
Localização: Ruse, Bulgária

Ópera Estatal de Stara Zagora


O Ópera Estatal de Stara Zagora (búlgaro : Държавна опера Стара Загора, Darzhavna ópera Stara Zagora), fundado em 1925, é a segunda ópera do teatro em Bulgária , depois da Ópera e Ballet Nacional de Sofia.

Nome do Teatro: Ópera Estatal de Stara Zagora
Localização: Stara Zagora, Bulgária

Colaborou: Wikipedia