quarta-feira, 28 de setembro de 2011

O TEATRO E A ESCOLA


Sempre penso como seria possível popularizar o teatro, já que não é nada fácil contar com espaços para divulgação e nem tão pouco, levar um espetáculo teatral a qualquer canto, mas vejo com bons olhos a iniciativa de alguns professores que levam até os seus estudantes, o universo do teatro, mesmo que alguns estudantes não se dêem contam da oportunidade que estão tendo.

Não importa se no começo tudo é apenas uma grande brincadeira, se o figurino é improvisado, se a peça é encenada na sala de aula, se alguns sentem vergonha e outros apenas querem rir dos colegas, o que importa mesmo é a iniciativa de levar o teatro para as escolas, pois é esse primeiro contato que vai fazer o teatro se propagar.

Mesmo que sejam pequenas iniciativas e que sejam encenações complementares sobre matérias do currículo escolar, assim, de pouco em pouco, de maneira despreocupada, vai se mostrando aos jovens a arte de interpretar e, quando se percebe, a sementinha do teatro já fincou raiz e muitos deles serão multiplicadores da arte do Teatro.

Mais louvável ainda são as iniciativas de algumas instituições de ensinos que realizam festivais internos de teatro, estimulando mais ainda o interesse dos estudantes e contribuindo de maneira mais incisiva na propagação da arte de interpretar e na popularização do Teatro. A integração escola-teatro também contribui para uma maior interação entre os alunos e isso, é fato.

Não podemos desestimular as poucas iniciativas daqueles que acreditam que o Teatro pode ser, além de uma ótima ferramenta de apoio pedagógico, uma maneira de manter os estudantes ocupados com outras coisas e isso, nos tempos de hoje, tem um peso muito grande, pois como diz o velho ditado: cabeça vazia, oficina do diabo.

Portanto, sempre que posso, dou a minha contribuição para essas iniciativas, autorizando a utilização dos meus textos para as encenações dos estudantes, pois acredito que desta forma, mais e mais pessoas terão contato com o teatro, e, por certo, novos entusiastas se juntarão para tornar o teatro mais e mais popular. E, quem vai dizer que não?

Para encerrar este artigo, quero deixar bem claro que todas as iniciativas que envolvam estudantes e o Teatro, terão sempre o meu apoio, pois acredito que a Escola juntamente com o Teatro, pode fazer muito mais pela educação dos jovens e estes jovens pela popularização da arte de interpretar. E é assim que penso.

Escrito por Paulo Sacaldassy

Colaborou: Oficina de Teatro; Foto: Apresentação de um espetáculo do Grupo Nativo de Natividade para os alunos do Colégio Estadual Francisco Portella (2010)

3 comentários:

  1. Seria muito bom e importante ver o teatro em todos os cantos.Parabéns pelo excelente texto.

    ResponderExcluir
  2. concordo com você, arnoldo! vamos torcer para que não só o teatro, mas que a arte e a cultural esteja em todos os cantos!

    ResponderExcluir
  3. Realmente é muito importante levar a oportunidade da convivência com o mundo da interpretação até as crianças, nada melhor que através da escola. Parabéns aos que oportunizam esse encontro!!!
    Falo por experiência própria, quando pequena morava em Curitiba e participei de dois grupos de teatro, foi uma experiência indescritível, nos mudamos para o interior do Rio Grande do Sul, não fosse isso, acredito que teria levado a carreira em frente.

    ResponderExcluir

A Cia. De Teatro Atemporal agradeçe os seus comentários.