segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

ARTISTA OU CELEBRIDADE?


As coisas hoje em dia estão de tal forma, que até parece que tudo está de pernas para o ar, ou fora da ordem, mesmo! Há uma confusão enorme entre o que é ser um artista e ser uma celebridade, principalmente essas instantâneas que pipocam de tempos em tempos e tomam conta de toda mídia.

Celebridade, qualquer um pode se tornar, seja lá participando de programas de “reality shows”, casando com alguém influente, armando barracos, correndo atrás de jogador de futebol, até político vira celebridade. Tem até certos artistas, que se acham mais celebridades do que artistas. Bem, esses, na verdade, não sabem direito o que querem: se o difícil sacerdócio da arte, ou os reluzentes holofotes das câmeras.

É certo que essa coisa de ser famoso, se tornar conhecido por um grande número de pessoas, ser popular, está no ser humano, todo mundo quer aparecer e ser conhecido, mas tem gente que é capaz de tudo. É uma loucura, loucura, loucura, como diz Luciano Huck. Só que muitas dessas celebridades, as instantâneas, principalmente, surgidas em programas de “reality shows” e que usufruem da grande popularidade alcançada, de uma hora para outra acham que são artistas, pode?

O pior é que muitos compram essa idéia e é aí que se faz a confusão. Quem até então era celebridade instantânea, vira artista revelação, e vai fazer teatro, vai fazer cinema, vai fazer televisão e o que se vê, em termos de qualidade artística, é deprimente! Jogam a arte de interpretar na lata no lixo. E não me venham dizer que fulano tem talento e é esforçado, pois isso não se sobrepõe aos anos de estudo e dedicação que um artista tem de ter.

Acho que não deviam misturar as estações. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa: celebridade é celebridade e artista é artista. A diferença é tão clara, se pode ver à olhos nus. Celebridade só quer uma coisa, está na mídia, quanto mais, melhor, seja lá fazendo o quê e do jeito que for! Já o artista nem sempre precisa aparecer, o reconhecimento de sua obra, muitas vezes, já basta!

Não se pode quer ser artista se lançando na mídia como uma celebridade, o caminho é justamente o contrário. É o trabalho de um grande artista, que de tão reconhecido, o faz se tornar uma celebridade, não apenas pelo que ele é, mas também pelo que ele faz. A arte dele o faz tão imenso que a mídia tratará de torná-lo popular, tão e mais, como qualquer uma dessas celebridades que pipocam volta e meio no mundo artístico.

Ser artista é uma coisa muito séria, que demanda muitos sacrifícios, muitos degraus a subir, um caminho longo a percorrer, muita abdicação, muito estudo e muito trabalho, por isso, tem-se que prestar muita atenção e saber separar o joio do trigo, pois artista tem alma e celebridade tem apenas um corpo ou uma carinha botina, e nada mais.

Escrito por Paulo Sacaldassy

Colaborou: Oficina de Teatro; Foto: Espetáculo "O Grande Cerimonial" (2010)

9 comentários:

  1. ótima postagem! beijos e feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  2. Olá! Bom dia!
    Gosto sempre de passar por aqui...e deixar minha contribuição!
    Tudo que nos leva a ter mais sensibilidade e reflexão é necessário. É necessário, pois, é um exercício humano... se não... como nos encontrarmos como tal?

    Aproveito, aqui pra desejar a Cia. muito sucesso!
    E a você Clemente meus agradecimentos por seu carinho e atenção!
    Um 2011 cheio de descobertas e fantásticas realizações pra ti e todos que te querem bem e fazem parte da tua vida!

    Obrigada, mesmo!
    Um grande cheiro!

    ResponderExcluir
  3. Eu é que agradeço pela oportunidade de ler aqui e sempre levar o aprendizado comigo.
    Agradeço tua atenção. E profetizo bençãos sem medida da parte de Deus pra vocês.
    Leia o Salmo 46)
    Fiquem com Deus.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Clemente e Cia de Teatro Atemporal...

    Vim para agradecer a todo o carinho durante o ano que se encerra. Penso que juntos, nossos blogs e idéias, me refiro a todos os blogs que seguimos e que nos seguem mutuamente, acabam ganhando força e voz. Reflexões, pensamentos, Arte para contemplação, Arte para refletir... Arte para mudar, Arte para transformar... Cada um colabora com o que sabe, com o que tem e olha só o que acontece. São tantas coisas boas que podemos construir para que todos usufruam de boa Arte, de boa Cultura e da amizade de pessoas comprometidas com a informação e com o conhecimento, de forma ética e responsável. Isso só aumenta mais ainda, a credibilidade do grupo.
    Que Deus continue a abençoá-los neste trabalho maravilhoso, que certamente exige muito de vosso trabalho e dedicação, muitas vezes até abnegação de suas próprias vidas em prol de algo maior.
    Sinto-me lisonjeada de pode usufruir desta amizade! Obrigada!
    Um grannnnnndeeeeeeee beijo e um abraçãoooooooo!
    da Dagui e que 2011 traga muito trabalho para nós, muitos mais seguidores e colaboradores!
    Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  5. Obrigado e feliz Ano Novo!

    ResponderExcluir
  6. Olá Clemente e queridos amigos da Cia. de Teatro Atemporal.
    Estou passando para desejar a vocês um excelente ano de 2011.
    Que ele chegue oferecendo tudo o que vocês desejam e merecem.
    Bjks no coração, até o ano que vem.
    Gy

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Seu blog é muito interessante!
    Vim retribuir sua visita aos meus blogs, obrigada!
    Te sigo com alegria!

    Quando chega a noite, repousamos nossa cabeça e fazemos um balanço do que foi nosso dia. No fim do mês fazemos balanço das nossas contas...e quando o ano se finda, costumamos refletir sobre o que foi nosso ano.

    Fechamos pra balanço.

    Começamos a puxar pela memória para trazer à tona tudo o que nos aconteceu nesse último ano.

    Talvez tenhamos passado por momentos difíceis, dolorosos mesmo onde, muitas vezes chegamos a nos perguntar sobre o sentido de nossa vida. Mas o passar dos dias acabou amenizando esse sentimento. Porque o tempo, se passa rápido ou lentamente, ameniza todas as coisas. E é curioso como, mesmo revivendo na memória, as coisas já não fazem mal como antes... naquele momento de dor, tínhamos a certeza absoluta que isso jamais passaria.

    Sofremos perdas irreparáveis, dessas que não é possivel voltar atrás, por mais que tentemos. Mas ganhamos em experiência.

    E, entrelaçados a esses momentos de tristezas, houveram as alegrias. Desses momentos em que desejamos que o relógio do tempo pare. Uma onda de emoção nos invade ainda, um sorriso aflora e temos a impressão que nosso rosto se ilumina... é importante trazer esses momentos sempre vivos para que nos ajudem quando a maré estiver baixa.

    E nesse mar da vida, onde nadamos e fomos levados, chegamos, finalmente, ao porto do próximo ano. Sobrevivemos e, malas prontas e cheias de experiências, nos preparamos para uma nova embarcação. Talvez nova direção.

    Mas, olhando o que passou, nessa contabilidade de momentos vividos, pesando os prós e os contras, chegamos à conclusão que o saldo final é positivo. Todos os que chegamos até aqui temos saldo final positivo, mesmo se durante o ano as coisas negativas tentaram nos afetar. Se não fosse assim, não teríamos chegado até aqui.

    E vamos começar o novo ano com um grande presente desse Deus Pai que esteve conosco durante todo esse ano: uma nova oportunidade!

    Temos nas mãos a chance de recomeçar, reconstruir. Nem todos tiveram, mas a nós está sendo dada essa ocasião. Somos privilegiados. E nesse novo ano, mesmo se não podemos ser pessoas novas, podemos nos sentir pessoas renovadas, fortes o bastante para sobreviver às provações, fortes o bastante para conquistar novas vitórias.

    Letícia Thompson.


    ...Um lindo 2011 à você!...

    Gislene.

    ResponderExcluir
  8. Clemente e Cia,


    FELIZ ANO NOVO !!!
    Muita Paz , Amor , Saúde , Prosperidade e Alegrias .... :)

    BjO.

    ResponderExcluir

A Cia. De Teatro Atemporal agradeçe os seus comentários.