sexta-feira, 27 de agosto de 2010

PROGRAMA ATEMPORAL


O espetáculo Não Existe Mulher Difícil traz em cena o ator Marcelo Serrado em seu primeiro monólogo. A peça é inspirada no livro homônimo de André Aguiar Marques e tem adaptação de texto de Lucio Mauro Filho. A peça conta com direção de Otávio Müller.

Não Existe Mulher Difícil é um divertido e dinâmico monólogo que retrata, de forma engraçada e às vezes até estereotipada, o que um homem faz depois da separação. Após ser deixado pela mulher, o personagem volta ao universo dos solteiros e se vê em uma nova realidade; as mulheres estão mais independentes.

A peça serve como um manual de paqueras, em que o protagonista tenta se transformar em um mestre na arte de identificar cada perfil de mulher.Além disso, leva ao palco algumas experiências pessoais do ator e do adaptador.

Ficha Técnica

Espetáculo: Não Existe Mulher Difícil
Elenco: Marcelo Serrado
Texto: André Aguiar Marques
Adaptação: Lucio Mauro Filho
Direção: Otávio Muller
Direção de arte: Maria Borba
Direção musical: Marcio Tinoco
Trilha sonora: Dany Rolland
Iluminação: Paulo Denizot
Foto: Guga Melgar

Serviço

Temporada: Até 25 de setembro de 2010.
Horário(s): Sexta e sábado, ás 23h30; Domingo, ás 22h.
Local: Teatro do Leblon - Sala Tônia Carrero
Endereço: Rua Conde de Bernadotte, 26, Leblon - Zona Sul - Rio de Janeiro/RJ
Telefone(s): (0**21) 2529-7700
Ingresso(s): R$ 50,00 (sexta e sábado); R$ 30,00 (domingo).


A comédia Escola de Molières conta a história de algumas das obras do francês Jean-Baptiste Poquelin, o próprio Molière. A ideia principal é mostrar ao público o teatro feito pelo dramaturgo francês em palcos improvisados nas cidades do interior da França, nas praças e nos palácios de Paris, durante o século 17.

Amir Haddad dirige e atua no espetáculo, que tem tradução e adaptação de Lorena da Silva, Luís Octávio Moraes e Solange Padilha. Integram o espetáculo textos como O Avarento, O Improviso de Versalhes, Don Juan e O Doente Imaginário, entre outros. No total são 28 atores no elenco da peça, que tem nomes como Leo Rosa, Tereza Seiblitz, Clara Soria e Eduardo Duwal.

Ficha Técnica

Espetáculo: Escola de Molières
Elenco: Adressa Koetz, Ana Bugarim, André Dale, Catarina Abdalla, Clara Soria, Eduardo Duwal, Léo Rosa, Marcio Louzada, Marcos Vasconcelos, Tereza Seiblitz, entre outros.
Texto e direção: Amir Haddad
Foto: Divulgação

Serviço

Temporada: Até 19 de setembro de 2010.
Horário(s): Sexta às 21h; sábado e domingo, às 20h30.
Local: Teatro Espaço Tom Jobim
Endereço: Rua Jardim Botânico, 1.008, Jardim Botânico - Zona Sul - Rio de Janeiro/RJ
Telefone(s): (0**21) 2274-7012
Ingresso(s): R$ 50,00.


O Teatro Maria Clara Machado recebe sábado (28/08/10) e domingo (29/08/10) a temporada de Na Catraca, um monólogo estrelado por André Silveira sobre a vida de um cobrador de ônibus, Cleosvaldo.

O protagonista é um homem simples que morava em Florianópolis, mas mudou-se para o Rio de Janeiro por causa da sua namorada Jennifer. Assim que volta para a Ilha para curtir suas férias, ele divide suas histórias hilariantes com o público. O espetáculo, cujo texto foi escrito pelo próprio André Silveira, é encenado dentro de um ônibus cenográfico, localizado no estacionamento do teatro.


Serviço

Temporada: Até domingo, dia 29 de agosto de 2010.
Horário(s): Sábado (28/08/10), ás 20h30 e Domingo (29/08/10), ás 19h30.
Local: Teatro Maria Clara Machado (Teatro do Planetário da Gávea)
Endereço: Rua Padre Leonel Franca, 240 (Planetário da Gávea), Gávea - Zona Sul - Rio de Janeiro/RJ
Telefone(s): (0**21) 2274-7722
Ingresso(s): R$ R$ 30,00.

EXPOSICÃO


Som-ma, de Juliana Cerqueira & Para Espectadores Remotos, de Celina Portella

Celina Portella e Juliana Cerqueira foram selecionadas pelo laboratório do Núcleo de Arte e Tecnologia da Escola de Artes Visuais - Rio de Janeiro - , no final de 2009, para desenvolver seus trabalhos ao longo de seis meses. As jovens artistas receberam uma bolsa mensal como ajuda de custo, além da orientação das professoras e de toda a equipe do Núcleo.

Esse projeto visa incentivar a produção e a reflexão crítica sobre a união da arte com a tecnologia; o resultado desse estudo será apresentado em duas exposições nas galerias da escola.


Celina Portella apresenta Para Espectadores Remotos, uma sequência de ações realizadas ao vivo para uma webcam durante chamadas via skype. A artista criou composições de imagens utilizando diferentes meios, como projeção, reprodução em LCD e colagem. Apresentada para uma pessoa de cada vez, a "performance digital" da jovem explora a reciprocidade da comunicação virtual questionando a ideia de realidade consensual através do conteúdo ou da forma de apresentação das imagens.


Som-ma, de Juliana Cerqueira, é uma instalação sonora onde a artista simula uma rede de neurônios utilizando celulares. Cada telefone representa um neurônio recebendo estímulos - quando seus toques ou alertas de mensagens são ativados, como acontece nas redes neurais. É um trabalho colaborativo, onde pessoas enviam sons que são editados pela artista e instalados nos aparelhos como notas musicais a serem tocadas na instalação, utilizando bluetooth e MP3.

Sobre as artistas

Celina Portella – nascida em 1977, vive e trabalha no Rio de Janeiro. Estudou design na Puc-Rio e se formou em artes plásticas na Universidade Paris VIII. Desde 2000, desenvolve projetos com dança e artes plásticas. Nos últimos 4 anos participou de exposições e residências, realizando diferentes vídeos, instalações, performances e intervenções urbanas.

Juliana Cerqueira – nascida em Belo Horizonte, em 1980, reside atualmente na cidade de Niterói. É artista visual e performer. Concluiu graduação em Pintura na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Na Escola de Artes Visuais do Parque Lage fez o curso de Arte e Tecnologia e, na Universidade Federal Fluminense, fotografia pela Kodak.

Exposicão: Som-ma, de Juliana Cerqueira & Para Espectadores Remotos, de Celina Portella
Local: Escola de Artes Visuais (EAV) - Rio de Janeiro/RJ
Endereço: Rua Jardim Botânico, 414 - Jardim Botânico - Zona Sul - Rio de Janeiro/RJ
Datas: Até 3 de outubro de 2010.
Horário(s): De segunda á quinta, 9h às 21h; De sexta á domingo, 9h às 17h.
Telefone(s): (0**21) 3257-1800
Ingresso(s): GRATUITO

2 comentários:

  1. De fato, PROGRAMAS ATEMPORAIS! Muito legal! Adorei tudo!

    Abraços para todos da companhia!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o texto, feliz fim de semana, tudo de bom.

    ResponderExcluir

A Cia. De Teatro Atemporal agradeçe os seus comentários.